segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Dicas de Sustentabilidade 005

Dia Mundial Sem Carro

Há exatamente 8 anos, inspirado numa iniciativa da União Européia, em 22 de Setembro é comemorado no Brasil o Dia Mundial Sem Carro, para estimular as pessoas a procurarem alternativas de transporte em substituição ao automóvel.

Mas será que essa moda pega também no Brasil?

Para estimular este raciocínio, e fazer a quebra de paradigma de que a vida sem o automóvel não flui, lembremos que o importante em ter um automóvel é o próprio deslocamanto.
E este deslocamento vai gerar um custo.

Consideremos a seguinte situação: você, um brasileiro, com média de 78kg distribuídos pelo seu belo corpitcho e precisa ir à padaria comprar 500g de pão de sal (cacetinho, francês...) para o café da manhã de sua família que contém 3 pessoas. Em geral, pelo nosso sentimento fraternal e igualitário, cada um comeria 3 pães e a empregada comeria o que sobrou, admitindo que cada pão tem uma massa média de 50g. Comer pão puro não agrada a todos, então inclua na sua listinha de compras 250g de manteiga, 250g de queijo e mais 1 litro de leite (consideremos a densidade do leite ρleite = 1(kg/dm³), ou seja, 1 litro tem como massa 1 kg). Você é morador de uma cidade de porte médio, e a padaria mais próxima está a 800m de sua residência.

Certamente depois de uma boa noite de sono, acorda disposto e ansioso pelo café da manhã. Com toda esta disposição, você tem algumas opções para providenciar seu dejejum:
  • ir de carro;
  • ir de ônibus;
  • ir andando.

Tendo um raciocínio lógico apurado, e consciência ambiental, você resolve analisar qual a melhor opção para resolver este "problema" de todas as manhãs.

Indo de carro, você desenvolveria uma velocidade média de 40km/h, isto considerando que a esta hora da manhã o trânsito esteja fluindo bem. Suponhamos que você saiba dirigir de forma econômica e que seu veículo esteja em ótimo estado de funcionamento, e nestas condições tenha um consumo médio de 10km/l. Consideremos também que seguindo o fluxo de ida e volta de forma adequada (andando na mão, fazendo os retornos nos locais adequados, sem mudanças de faixa continuamente, e sem ultrapassagens desnecessárias) você ande com o seu carro o equivalente a 1,800 metros. Andando esta distância, seu veículo consomiria 170 ml de combustível, e sendo este a gasolina, baseado no artigo "Vai de álcool ou gasolina?", emitiria 380g de dióxido de carbono, e retiraria da atmosfera 440g de gás oxigênio. Se considerarmos o litro do combustível R$2,70, você gastaria neste processo 44 centavos. Somando o tempo de todo este processo, na ida e volta seriam gastos em média 2 minutos e 42 segundos, mais 1 minuto e meio manobrando para estacionar e sair do estacionamento, 4 minutos e 12 segundos. Para arredondar este valor, vamos adicionar nesta soma o tempo para sair como carro de casa e para estacionar quando voltar da padaria, assim você terá gasto 5 minutos durante o deslocamento.

Indo de ônibus
, a velocidade média seria em torno de 15km/l, considerando os tempos de paradas nos pontos intermediários ao seu destino. Com passagem de R$ 1,70 (caso de muitas cidades de porte médio), só com o traslado seriam gastos R$3,40, aproximadamente o mesmo valor que se gastaria com as compras. Precisa continuar as contas? Bem, por aqui eu me dou por satisfeito e encerro qualquer probabilidade para esta opção.

Indo à pé
, com toda a disposição que você tem pela manhã, como foi acima referido, suponhamos que você vai a uma velocidade média de 5km/h, uma boa velocidade de cruzeiro para quem está à pé, não é nem um passeio nem uma corrida, é apenas um deslocamento com objetividade. Lembremos que para quem vai à pé não há contra-mão, e que a distância da residência à padaria é de 800m, assim podemos supor que estes 1600m da ida e volta seriam percorridos em 19 minutos. Não se gastaria dinheiro com combustível, com passagem de ônibus, não seriam emititos gases que contribuem para o efeito estufa nem retirados gases essenciais para nossa respiração, e ainda se faria um exercício matinal que é super saudável. É uma ótima oportunidade para fazer uma boa reflexão, programar seu dia, pensar na sua vida, e isso respirando um ar fresco logo pela manhã (indo à pé você pode escolher seu trajeto, e pode escolher vias menos movimentadas pelos veículos, diminuindo assim o percentual de monóxido de carbono que viria a respirar).

Bem, a intenção era analisar a real necessidade de se utilizar um carro. Na maioria das vezes, esta necessidade que se traduz em um capricho, como se fosse enormemente mais prático enfrentar o trânsito do que dar uma caminhada. Certamente muita gente não vai se deixar convencer por este método, mas vale a reflexão sobre a real utilidade de um automóvel. Opções existem para cada caso. Há quem possa ir à pé, quem prefira as bicicletas, há quem possa ir de ônibus, e no caso de realmente ser necessário ir de carro, vá de carona, ou ofereça carona, afinal, seu carro pode ser muito mais eficiente, do que você simplesmente ter que pagar combustível fóssil para locomover 1 tonelada de aço para transportar 80 kg (78kg seus, motorista, e 2 kg no caso das compras matinais que tomamos como referência).

4 comentários:

Rafaela Oliveira disse...

Eu sempre gostei mais de ir andando.
Observadores creio eu preferem ir andando,melhor dizendo: Observadores e anti-preguiçosos e tal.

Art =] disse...

andar é muito melor
mas num mundo onde tudo tem q ser rápido...ngm quer sair sem carro "/
e qume sofre as consequencias é o planeta

Prii Persi disse...

Adorei o post. ^^

Ando só de buzão mesmo. E não reclamo.

Grata pelo comentário lá no 'Cultivando', beijão!

Pedro Junior disse...

Eh muito bom, mas acho q com a questão da urbanização o trabalho foi ficando cada vez mais longe, mts vzs as pessoas vão trabalhar em outras cidades vizinhas e isso tem se tronado cada vez mais comum...Mas acredito q uma solução seria as pessoas trocarem o conforto do carro pelo ônibus, mas tmbm tem q haver transporte de qualidade o q é difícil. Vc melhor do q eu sabe a energia q o carro gasta para transportar apenas uma pessoa... se qm puder fosse de ônibus diminuiria a poluição o transito enfim...

Mas de qlqr forma essa é uma boa ação espero q as pessoas tomem consciência...

Passa lá no meu blog
Abraços